quinta-feira, janeiro 15, 2004

PERDER
Eu confesso que nunca gostei de perder. Fico mesmo lixado quando isso acontece. Ainda no outro dia perdi 20 euros, e fiquei completamente f*****. Que eu me lembre, só uma vez é que não fiquei aborrecido por ter perdido: foi quando perdi a virgindade. Mas, mesmo aí fiquei um bocado chateado, porque o raio da galinha não se calava, por isso tive de a comer duas vezes: uma no galinheiro e, outra no prato, assada e com batata frita. Recordando bem, não sei bem qual das duas maneiras gostei mais. Mas de uma coisa eu lembro-me bem: daquelas coxas maravilhosas.

Sem comentários: