segunda-feira, março 29, 2004

CONVERSAS COM QUEM?
Ontem, quando cheguei a casa e liguei a televisão, deparei-me com um programa de um senhor que já admirei bastante (hoje em dia ainda admiro, mas já não tanto) onde ele “entrevistava” uma senhora de nome Alexandra Solnado, conhecida, ultimamente, por querer seguir as pisadas do seu progenitor no mundo da comédia.
Ela foi ao programa porque lançou o segundo livro da sua carreira. Esse livro chama-se, se não me falha a memória, “conversas com Cristo – As mensagens recebidas”. Ora, perante este título, eu pergunto: Não seria melhor ela fazer anúncios para uma rede de telemóveis? Essas mensagens recebidas, não seriam aquelas que toda a gente recebe, que até se diz serem enviadas pelas operadoras, para que o pessoal gaste o “guito”? Será que não se trata de um “insólito Yorn”? Ou será que o “chefão” lá de cima aderiu à promoção da vodafone, em que todas as mensagens enviadas são pagas, pela vodafone, no mês seguinte? Será que todas as mensagens, anónimas, que recebo são enviadas por Cristo?
Como podem ver, a entrevista fez-me pensar, o que não acontece com muita coisa que, ultimamente, passa na televisão, e uma pergunta não deixou de me martelar a cabeça: Será que eu por cagar três vezes ao dia, posso aspirar a ser entrevistado pelo Hermam?

terça-feira, março 23, 2004

DOENÇAS
Dei por mim a pensar em doenças, e cheguei à seguinte conclusão:
Mal por mal, prefiro a de Alzheimer à de Parkinson. Isto porque é melhor esquecer-me de pagar a cerveja do que derrubá-la toda no chão, não concordam?
Já para fazer o amor as posições, da preferência das doenças,invertem-se.
Por isso não se esqueçam: Se apanharem Alzheimer, não saiam do bar, se for Parkinson, arrajem uma gaja nova.

quarta-feira, março 17, 2004

É VERDADE
Durão Barroso, em relação ao que aconteceu em Madrid, diz que, e passo a citar:"De acordo com todas as informações disponíveis, não há qualquer ameaça credível especialmente dirigida a Portugal".
Não sabia que ele se tinha em tão pouca conta. Então Barroso, mais ânimo na coisa. Não sejas tão modesto. 'Tá bem que é pouca, mas ainda tens uma réstiazinha de credibilidade.
Ele ainda fez questão de dirigir "uma palavra de tranquilidade e de serenidade" aos portugueses, assegurando que "não há razões para ter medo". Querem ver que é desta que a Ferreira Leite é remodelada? Ok, tinhas razão, não és credível.

segunda-feira, março 15, 2004

FILOSOFIAS
Quando te atirarem uma pedra, faz dela um degrau e sobe... Só depois, quando tiveres uma visão plena de toda a zona, agarra noutra pedra, aponta bem e acerta na cabeça do filho da puta que te atirou a primeira.

quinta-feira, março 11, 2004

MERDA
Após uma ausência um bocado mais prolongada, regressei com um post que é inspirado no que muitas pessoas fazem no seu dia a dia, e, a inspiração, surgiu durante uma cagada. Então aqui vai:
Como é que nasceu a merda? Vocês já pararam para pensar nisso? Independente de vocês acreditarem ou não num Deus que tudo criou, não podem negar que a merda é parte do grande mistério da existência.
Afinal, o universo nasceu ou foi cagado? E a merda, será ela um arquétipo da humanidade ou apenas um frágil ícone do inconsciente colectivo?
Após intensos debates, entre mim e os meus intestinos, chegamos à conclusão de que a merda é a matéria-prima da vida, pois o barro de que foi feito Adão, era, em verdade vos digo, um monte de estrume. Assim, reformula-se pois, um dos pilares da visão materialista do mundo: da merda viestes, à merda retornarás! Se bem que alguns nunca de lá saíram, e outros nunca de lá deveriam ter saído.