quarta-feira, novembro 05, 2003

OUTRA VEZ DO MESMO
O José Cid, entrou para a história da música nacional, ao lançar um best-off, em que o cd só trazia a capa. Também, aquela música,é mais off do que best.
Mas, o que é facto, é que ele chegou a capa de ouro, isto porque, a capa ao desdobrar-se, revelava-se um belo tampo de sanitas, o que vendo bem, sempre dá um jeitão. Já a música dele, bem, talvez naqueles dias de grande bebedeira, quando estamos muita mal dispostos, pomos um cd do gajo, e isto foi comprovado pelos médicos, é vomitar até não dar mais. Tem é um senão, passa a bebedeira, mas aumenta a dor de cabeça. Também, não se pode ter tudo.

Sem comentários: